Skip to content

Liberdade e ordem, as raízes do Ocidente e Oriente

setembro 24, 2010

A liberdade e a ordem é um tema tratado de forma diferente entre ocidentais e orientais. A razão está na cultura e história dessas civilizações.

A constituição das idéias difundidas no Iluminismo sobre direitos de todo o ser humano é relativamente inovadora em todo o mundo, contudo, os valores de tolerância e liberdade individual foram difundidos por longo tempo e em diversas culturas.

Apesar de ignorar a universalidade das éticas subjacentes, os escritos de Aristóteles já forneciam iniciais pensamentos sobre a liberdade humana que proporcionaram idéias para o moderno direito humano. Outros filósofos ocidentais contribuíram grandemente com a constituição dos direitos humanos, porém, com teorias distintas, como Platão, Santo Agostinho e Confúcio. Na contra mão de Aristóteles, baseiam-se na ordem e disciplina em contraste as liberdades.

Confúcio grande pensador sobre a ordem e disciplina, teve suas idéias aproveitadas ao longo da história por diversas ditaduras autoritárias, como Kautilya político da índia, um contemporâneo de Aristóteles e defensor da sociedade em castas. Contudo, a obediência citada pelo filósofo vai ao ”bom” estado, sendo que a família, segundo ele, deve vir em primeiro lugar.

Confúcio não foi o único a disseminar idéias do gênero pela Ásia como, também, muitos outros deram ênfase a liberdade e tolerância, chegando a própria definição do ser humano. A linguagem da liberdade, por exemplo, teve enorme força no budismo e estendeu-se por toda a Ásia, contrapondo a idéia de Confúcio.

Por volta do século III a.C reinou um imperador indiano chamado Ashoka, comandante de um reino maior que o dos mongóis e britânicos. O nobre deteve particular interesse pelo tema. Ao converte-se para o budismo, contribuiu para transformá-la em uma religião mundial através de seus emissários, ensinando princípios de uma vida boa e deveres dos indivíduos e do Estado. Segundo tais idéias, cada ser humano tem direito a certa tolerância e liberdades individuais para viver.

Apesar de estar claro a especialidade dos ocidentais sobre o tema, o cunho dos primeiros conceitos do direito humano adiviu dos orientais. Sobre isso, é perceptível que a idéia de direitos humanos universais ainda é recente, contudo, tradições e pensamentos sobre liberdade antigos estão muito próximos dos modernos.

Contudo, não existe dicotomia cultural entre orientais e ocidentais ao passo que existem tanto na Ásia quanto no Ocidente idéias opostas sobre ordem e disciplina em contraponto a liberdade e tolerância.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: