Skip to content

A Poupança e o seu dinheiro

maio 12, 2009

Os canais brasileiros de divulgação econômica publicaram, nas últimas semanas, diversas matérias a respeito da alteração do rendimento da poupança (vide: http://economia.uol.com.br/ultnot/reuters/2009/03/16/ult29u66367.jhtm).

As noticias a respeito por não abordarem essa questão de forma completa levaram alguns leitores a terem um julgamento precoce sobre a posição do governo. Devido a isso, já ouvi de amigos e familiares a seguinte frase: “pra que mecher no que está dando certo?”

Cofrinho

O que muitas vezes não temos conhecimento é de que um fator importante como a poupança tem mais influencia sobre a economia do que comumente imaginamos e é recorrente a necessidade de um ajuste para manter o equilíbrio entre as variáveis econômicas.  Para esclarecer esta questão achei apropriado abordá-la de um ponto de vista mais amplo.

O aplicador, quando vai investir o seu valioso dinheiro, antes se pergunta qual a melhor opção de investimento e escolherá em uma gama de opções a que está mais de acordo com o seu interesse. Ao observar as características que estão relacionados ao seu perfil,  são critérios que definem a escolha: retorno, risco, prazo e disponibilidade. Portanto, se você é um poupador e deixa de gastar agora para colher uma quantia maior no futuro, você preocupa com o quanto vai receber em relação ao prazo, o risco de perder o que investiu e a disponibilidade de resgatar o dinheiro aplicado quando pretender.

No mercado cada uma das opções de investimento  apresenta características próprias e o  investidor conservador que é aquele que investe na poupança se depara comumente com as seguintes: títulos públicos, CDB, fundos de renda fixa e fundos DI. O que estamos presenciando no momento é a queda das aplicações nas demais opções de investimento conservador, pois, se a poupança está mais atraente, é natural o investidor bem informado migrar o seu dinheiro para ela. Essa maior atratividade se deve ao fato de além de ser um investimento mais popular e com facilidade de resgate, a poupança  está com o rendimento próximo ao das demais alternativas.

A competitividade foi elevada pelo fato de as opções dos rendimentos fixados de acordo com o valor da Selic apresentarem retornos cada vez menores, efeito das políticas fiscais do atual governo que reduziram o valor da taxa, e os fundos, afetados em meio a crise, estarem com a rentabilidade em queda.

As medidas do governo

Para aqueles que necessitam de clientes para as alternativas de renda fixa, a poupança se tornou uma ameaça e  principalmente para o maior protagonista, o  governo, cuja a fuga do capital investido em títulos tem sido prejudicial. A venda de títulos públicos é uma alternativa do governo para arrecadar recursos para o investimento em projetos, portanto, a falta de demanda por eles afeta diretamente os cofres. Visando amenizar a situação o governo pretende tomar medidas para conter a fuga e ao invés de alterar os rendimentos dos títulos, estará diminuindo a atratividade da poupança.

Já foram divulgados planos a serem implantados, os projetos mais apropriados seriam:

Rendimento regressivo, quanto maior o valor aplicado menor o rendimento

> Rendimento datado, apartir da data definida pelo governo o dinheiro aplicado na poupança renderá o valor X definido pelo governo. A quantia já depositada antes dessa data terá o rendimento conservado.

Espero ter esclarecido essa questão tão polêmica. Gostaria, também, de agradecer aos leitores que estão incentivando e muito ao meu prosseguimento no projeto.

Muito obrigado!

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: